Conceitos de Rele Eletromecanico

A presente publicação serve apenas como orientação e não tem a pretensão de ser completa em seu conteúdo ou em suas explicações, no entanto, ela permitirá ao cliente obter algumas informações que poderão em primeira instância contribuir na robustez de seu desenvolvimento.
Observação :Para informações mais completas ou dúvidas não hesite em entrar em contato com a MKB Eletrônica.
Principais pontos para a escolha de um rele:
PontoCaracterísticaVariações
ContatosDisposição dos contatosArranjo dos contatos (NA, NF, Reversor), Nº de polos e sequencia de chaveamento
Carga nos contatosValor da carga, CA ou CC, natureza resistiva, capacitiva ou indutiva, transientes
Material dos contatosMaterial deve ser adequado ao tipo de carga (vide tabela 02)
Vida útilNº de operações, Frequência de chaveamento
TerminaisTipoTerminal para solda ou conector
BobinaVoltagem da bobinaVoltagem nominal e ondulação da fonte de tensão (ripple)
Voltagem de operação e desoperaçãoVariação da fonte de tensão, Incremento da tensão de fechamento e abertura do contato devido ao aumento da resistência da bobina.
Resistência da bobinaConsumo de potência da bobina . Aumento da resistência da bobina devido ao aumento da temperatura.
Incremento de temperaturaAumento da temperatura ambiente e da bobina segundo a tensão aplicada
IsolaçãoRigidez dielétrica
Surto de tensão
Resistência de isolação
A especificação do rele atende a especificação do equipamento ?
AmbienteTemperatura ambiente e umidadeFaixa de temperatura ambiente e umidade no local de utilização
Vibração e choqueNível de vibração e choque no local de utilização
Pressão atmosféricaPresença de gases ou substâncias que podem causar falhas no contato
OutrosMétodo de montagem Método de fluxação, soldagem, lavagem e montagem
Capa do releMaterial da capa (compatibilidade com a solução de lavagem)
Tipo de construção do releTipo selado ou não selado
Condições especiaisExistem condições especiais ?
Tipo de cargas e suas características – Tabela 02:
Tipos de cargasCorrente de pico
Carga resistivaValor da corrente nominal da carga
Carga capacitiva20 ~ 40 vezes valor da corrente nominal da carga
Contator3 ~ 10 vezes valor da corrente nominal da carga
Lâmpada incandescente10 ~ 15 vezes valor da corrente nominal da carga
Lâmpada de mercúrioAproximadamente 3 vezes valor da corrente nominal da carga
Motor5 ~ 10 vezes valor da corrente nominal da carga
Solenóide10 ~ 20 vezes valor da corrente nominal da carga
Transformador5 ~ 15 vezes valor da corrente nominal da carga

Boas práticas para aplicação de reles eletromecânicos :

Projeto

PROJETO

– Para melhor resultado escolha o relé mais adequado à sua aplicação.
– Procure se informar de circuitos simples que podem proteger os contatos do relé prolongando sua vida útil e protegendo o circuito de acionamento .
– É importante que o circuito elétrico ou eletrônico que ativa e desativa a bobina do relé (transistor, outro contato de relé etc…) atue em poucos milissegundos, para garantir uma comutação rápida sem arco voltaico ou instabilidade nos contatos (bounced) excessivos.
– A utilização de reles com carga menor que 200 mA (0,2 A) não é recomendada pois pode gerar mau funcionamento do relé devido a ausência do arco voltaico que garante a limpeza do contato em todo chaveamento .
– Ao utilizar reles com múltiplos polos chaveando varias cargas sempre conecte um dos lados das cargas para o mesmo lado da fonte de alimentação, evitando assim a existência de diferença de potencial de alta tensão entre os polos do relé e prevenindo assim um curto circuito na fonte de alimentação.


Conceitos rele eletromecanicos_armazenamento1

ARMAZENAGEM

Armazenamento
– A caixa de embalagem dos reles deve estar intacta para garantir a integridade dos mesmos.
– Os reles são componentes muito frágeis e podem ser danificados em caso de queda ou impacto.
– Assegurar que a temperatura de estocagem atenda à especificação do relé.
– Não expor os reles a atmosfera com gases corrosivos.
– Os relês padrão não são impermeáveis. Durante a estocagem eles devem ser armazenados em locais secos e de preferência com os terminais para baixo.
– Em se tratando de um componente magnético é aconselhável não armazená-lo (mesmo que temporariamente durante a montagem) próximo a algum forte campo eletromagnético.


Montagem

Conceitos rele eletromecanicos_montagem1

MONTAGEM

– Os terminais do rele estão ligados a componentes internos ativos do mesmo por isso evite pressão excessiva ou entorta-los para não modificar sua performance. Nos reles com terminais de encaixe não execute movimento em arco para inseri-lo ou extrai-lo.
– Alguns modelos possuem embalagem apropriada para montagem automática, consulte nosso Depto de vendas.
– A montagem ou desmontagem do relé não deve ser feita com o mesmo energizado.
– Os reles são componentes muito frágeis e podem ser danificados em caso de queda ou impacto.
– A utilização de silicone e seus derivados, como graxa e tintas é proibido em reles não selados pois este composto pode migrar para dentro do rele e devido ao faiscamento do contato se deposita neste sob forma de óxido de silício que é isolante,causando mau funcionamento do relé.

 


Soldagem

Conceitos rele eletromecanicos_soldagem1

SOLDAGEM

– Em caso de soldagem em placa de circuito impresso assegure que o fluxo de soldagem não atinja a parte superior da pci, em caso não garantia desta condição utilize um relé resistente a penetração de fluxo.
– Utilize sempre fluxo não corrosivo para soldagem do rele.
– Utilize pré-aquecimento na soldagem do relé, pois isto garante melhor soldabilidade e previne a entrada de fluxo no rele . Temperatura de pré-aquecimento da ordem de aproximadamente 120ºC por aproximadamente 1 minuto podem ser utilizadas. Obs : A exposição do relé à temperatura excessiva pode comprometer sua performance.
Para soldagem automática utilize preferencialmente as condições :
– Solda onda é o processo mais recomendável.
– Ajuste o nível da solda para não atinja a parte superior da pci.
– Utilize temperatura aproximada de 260ºC por aproximadamente 5 segundos.
– Utilize soldas que atendam às normas JIZ Z3282, H60 ou H63.
Para soldagem manual utilize preferencialmente as condições :
– Ferro de solda de 30W a 60W.
– Utilize temperatura aproximada de 350ºC por aproximadamente 3 segundos.
– Utilize soldas que atendam às normas JIZ Z3282, H60 ou H63.


Conceitos rele eletromecanicos_resfriamento1

RESFRIAMENTO

Resfriamento

– Após a soldagem em máquina é recomendável um resfriamento forçado de ar (faca de ar frio) da pci para prevenir a deterioração do relé.
– Deve-se evitar mesmo para os reles selados a imersão tal como solvente de limpeza pois isto pode deteriorar a resina de selagem do relé.

 

 

 


Lavagem

Conceitos rele eletromecanicos_lavagem1

LAVAGEM

 

– Não lave reles que não sejam selados por imersão. Lavagem imprópria pode permitir a entrada de solvente da lavagem no relé danificando-o ou diminuindo sua performance.
– Em lavagem por imersão de relé selado certifique-se que o solvente seja compatível com o material plástico da capa e o selante do relé.
– Jamais utilize lavagem com ultra-som pois pode danificar o circuito da bobina e colagem dos contatos.

 

 

 


Conceitos rele eletromecanicos_revestimento1

REVESTIMENTO

Revestimento

 

– Em placas de circuito impresso que sejam revestidas é recomendavel o uso de relé selado. Certifique-se que o material usado no revestimento não ataque o selante do relé.
– O tipo de revestimento ideal para placa com relé não selado é o tipo a base de epoxi.